Com as novas orientações do Comitê Extraordinário Regional, para que os municípios tomem medidas mais severas no combate ao Covid-19, algumas cidades da Amurel decretaram o fechamento de serviços não essenciais, outras reduziram a capacidade de atendimento e horário de funcionamento.

Diante dessa nova realidade a Diocese de Tubarão emitiu orientações a serem seguidas em todas as suas 28 Paróquias. De acordo com o Bispo de Tubarão, Dom João Francisco Salm, as missas não presenciais continuarão sendo feitas virtualmente, também haverá mudanças no atendimento das secretarias. As orientações devem ser seguidas a partir desta quinta-feira até o dia 30 de julho.

“Somos ‘cuidadores’ do povo que Deus nos confiou. Não ignoramos as duas
grandes preocupações: o ganha-pão e a vida. São inseparáveis. Mas é preciso ‘priorizar
a vida’, mesmo que para isso tenhamos que nos tornar todos mais pobres. Mais pobres,
enfrentando dificuldades, mas vivos! A morte não tem retorno”, escreveu o Bispo em um documento enviado para a imprensa.

Quanto às secretarias:
– Manter as portas fechadas, com serviço interno de atendimento ao telefone e a prestação de serviços de urgência.
– Deixar claro que o Padre está presente e pronto para atender.

Quanto às igrejas:
Ficarão com as portas fechadas, inclusive para visitas.

Quanto à Celebração das Santas Missas:
-Somente o Presidente e quem for auxiliar na Liturgia.
-Não executar cantos ao vivo. Use-se somente música instrumental.
-Providenciar a transmissão pelos meios de comunicação.

Quanto aos Sacramentos:
Ficam suspensos os Batizados.
Atendam-se confissões e os doentes que pedirem a Unção dos Enfermos, sempre com os cuidados já conhecidos.

Quanto aos funcionários:
Apenas para a prestação de serviços internos.

Quanto à caridade:
Estar atento às situações de urgência.
Promover a ação solidária.
Despertar e motivar o voluntariado.