Entre os suínos, o lombo apresenta R$ 7,00 de diferença entre os supermercados
Entre os suínos, o lombo apresenta R$ 7,00 de diferença entre os supermercados

 

Tubarão
 
A carne é um dos principais alimentos na mesa do brasileiro. Por ter tanta importância na hora da refeição, o consumidor não pode deixar de ficar alerta em alguns pontos.  
 
Prestar atenção na conservação e exposição do produto é essencial na hora da compra. Outra dica é observar a coloração da carne, que em hipótese alguma pode estar esverdeada.
 
E, para fazer uma boa compra, o consumidor deve ficar atento aos preços. Para ajudá-lo, o Procon de Tubarão foi aos seis principais supermercados da cidade fazer a comparação. A pesquisa foi realizada entre segunda-feira e ontem. (Veja a tabela ao lado). 
 
A diferença no preço do quilo do frango congelado inteiro pode chegar a R$ 1,00. O mais barato é encontrado no supermercado Nunes (R$ 3,15), e o mais caro no Giassi (R$ 4,29).
 
No quilo da alcatra, a diferença de valores entre as lojas é ainda maior. No Angeloni (local mais caro), por exemplo, o produto custa R$ 19,99. No De Pieri, o mesmo quilo de carne é vendido a R$ 17,80. Uma variação de pouco mais de R$ 2,00.
 
Entre as bovinas, a picanha é que tem uma maior diferença de preços. No estabelecimento mais barato (De Pieri), o quilo desta carne chega a R$ 19,90. No local mais caro (Machado), a mesma quantidade pode ser levada por R$ 33,60. Com a pesquisa, o consumidor pode economizar até R$ 14,00 na hora da compra.
 
No caso dos suínos, o lombo, é o que apresenta maior diferença. Esta carne pode ser encontrada com quase R$ 7,00 de diferença. O estabelecimento mais em conta é o De Pieri, onde este produto pode ser levado por R$ 8,90. Já no Angeloni, o preço é de R$ 15,69.