Foto: Reprodução

O governador Carlos Moisés e o prefeito de Capivari de Baixo, Vicente Corrêa Costa, receberam da Diamante Energia, gestora do Complexo Termelétrico Jorge Lacerda, a doação do terreno onde será a cabeceira da Ponte da Amizade, entre Capivari e Tubarão. A entrega simbólica ocorreu na tarde desta segunda-feira, 13, na Casa d’Agronômica.

Carlos Moisés agradeceu a doação e parabenizou o gesto da Diamante Energia. “O que acontece hoje aqui representa tudo o que temos defendido no nosso governo: infraestrutura, municipalismo e parcerias. Conectar os municípios é um grande movimento que estamos fazendo. Não poderíamos tornar essa obra uma realidade se não fosse pela parceria com a empresa e com a associação dos municípios. O grande objetivo de todo esse esforço é melhorar a infraestrutura para os cidadãos catarinenses”, declarou o governador.

Com a doação, o terreno agora pertence ao município de Capivari de Baixo, que poderá utilizá-lo para a construção da Ponte que terá o nome de Dr. Stelio Cascaes Boabaid. A obra foi contratada pelo Consórcio Intermunicipal Multifinalitário dos Municípios da Amurel (CIM-Amurel), com recursos do Governo do Estado. O investimento é de aproximadamente R$ 16,6 milhões, e duas das seis parcelas já foram repassadas ao consórcio. Uma operação será montada para transportar com todos os cuidados uma árvore flamboyant que está no terreno e será plantada no Parque Ambiental Encantos do Sul.

Para Jorge Nemr, conselheiro da Diamente Energia, a doação é uma retribuição à importância dos dois municípios para o empreendimento ao longo da história. “Capivari de Baixo é uma cidade que cresceu em função do Complexo, mas o Complexo também só existe porque teve apoio da cidade. Hoje 99% das pessoas que trabalham no Complexo Termelétrico Jorge Lacerda são de Tubarão ou de Capivari de Baixo. Se a empresa cresceu, é por causa dos colaboradores que lá estão. Muito maior do que o valor monetário do terreno é o valor sentimental para todos nós”, afirma.

Na avaliação do prefeito de Capivari de Baixo, Vicente Corrêa Costa, a ponte ajudará a formar um novo eixo de desenvolvimento para as duas cidades. “Esta obra tão aguardada agora está mais perto de ser executada, estamos muito ansiosos por isso. A empresa mostra uma visão de ajudar a trazer desenvolvimento para a região e somos muito gratos por isso, assim como ao governador por essa obra”, afirmou.

A ponte terá 200 metros de extensão e 24 de largura com pista dupla, ciclovia e passarela. A estrutura será construída sobre o Rio Tubarão, nas proximidades de onde há a linha férrea, no final da Avenida Marcolino Martins Cabral, em Tubarão, e da Avenida Paulo Santos Mello, em Capivari de Baixo.

“É mais uma demanda histórica dos catarinenses que está saindo do papel graças ao compromisso e ao engajamento de todos os envolvidos: município, governo e, nesse caso, também iniciativa privada”, destacou o secretário de Estado da Infraestrutura e Mobilidade, tenente-coronel Thiago Vieira.

Também participaram do ato simbólico o conselheiro e o diretor administrativo da empresa, Pedro Kassab e Luiz Ricardo Beatrice, o secretário adjunto da SIE, Alexandre Martins da Silva, e o subchefe da Casa Civil, Juliano Chiodelli.