Jailson Vieira
Criciúma

Centrais sindicais e movimentos sociais protestaram nesta segunda-feira (19) em várias cidades de Santa Catarina, contra a reforma da Previdência. O ato faz parte de uma grande mobilização nacional em vários estados.

 A votação da reforma da Previdência na Câmara Federal estava prevista para ocorrer nesta semana, no entanto, com a intervenção federal na segurança do Rio de Janeiro, nenhuma alteração na Constituição poderá ser feita. Na região Sul centenas de manifestantes de Araranguá, Criciúma, Laguna e Tubarão, estiveram reunidos em frente `a agencia do INSS, no Centro de Criciúma em ato contra a reforma. O protesto que iniciou às 8h encerrou às 15h30.

A coordenadora do Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sinte) em Tubarão, Tânia Fogaça, participou do encontro na região carboniféra com outros colegas do sindicato. “Participamos do movimento. A reforma não será colocada em votação agora, porém, os deputados deixarão para fazer isso no fim do ano. Algumas pautas ou iniciativas dos governos que vão contra os direitos da população ocorrem sempre entre outubro e dezembro. Já estamos acostumados. Infelizmente os anseios da população não são atendidos neste governo”, lamenta Tânia.

São necessários 308 votos para garantir a votação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) da reforma da Previdência, que prevê o aumento da idade mínima de concessão da aposentadoria para 62 anos, no caso das mulheres, e 65 anos para os homens. O projeto da reforma, como foi apresentado, demandaria do trabalhador o mínimo de 25 anos de contribuição para acessar a aposentadoria por idade.

Embora ainda não tenha conquistados os 308 votos necessários para aprovar as alterações nas aposentadorias. Antes, porém,  o governo tinha estabelecido até o próximo dia 28 como o prazo final para aprovar a medida.

O Sindicato dos Trabalhadores do Poder Judiciário Federal de Santa Catarina (Sintrajusc) publicou, na última sexta-feira, um aviso de greve por tempo indeterminado a partir de ontem. O motivo é o mesmo: a categoria é contra a Reforma da Previdência. O Sintrajusc engloba todos os servidores do Judiciário federal em Santa Catarina, incluindo a justiça do trabalho e a justiça eleitoral.

O Sindicato dos Bancários de Florianópolis e Região também emitiu nota, manifestando adesão à greve geral por um dia. O sindicato diz que o assunto foi deliberado em assembleia na quinta-feira passada e decidiram pela paralisação.