O Dia Internacional da Eliminação da Violência Contra a Mulher, conhecido como o Dia Laranja, será relembrado nesta quarta-feira (25). Para ratificar sua luta em prol do tema, a OAB/SC, por meio da Comissão da Mulher Advogada (CMA), promove a webinar Dia Internacional da Eliminação da Violência Contra a Mulher, às 20h. O evento online é gratuito e tem parceria com a Escola Superior de Advocacia da OAB/SC (ESA).

Entre as palestrantes, estão a conselheira federal da OAB Nacional e vice-presidente da Comissão Nacional da Mulher Advogada, Aline Bianchini; e a magistrada do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, bacharel em psicologia, e ex-atuante no Juizado da Violência Doméstica de Florianópolis, Ana Luisa Schimidt Ramos.

A presidente da CMA da OAB/SC, Rejane Sánchez, coordenadora e mediadora do evento, conta que, neste ano, o encontro online terá a presença de duas das maiores especialistas sobre o tema no Brasil. “Para fomentar a capacitação de toda a advocacia, ante algumas mudanças na lei e a atualização do tema nos Tribunais”, diz. Além disso, a CMA fará mais duas lives até o dia 10 de dezembro, quando se encerram os 16 dias de ativismo.

Rejane ainda explica que a violência contra a mulher é “uma pandemia secular”. Rejane destaca: “Como verdadeira protagonista social, a OAB/SC, além de representar e capacitar a advocacia, age como verdadeira transformadora social, na medida em que promove o debate, dá visibilidade ao tema, fiscaliza as ações dos agentes públicos e acolhe a problemática, buscando atender vítimas e inclusive, para que o contraditório possa ser respeitado, desde que sem prejuízo das vítimas”, reitera.

O evento é online e gratuito, a partir das 20h. Os inscritos receberão o link de acesso por e-mail, no dia do evento. Será fornecido certificado 2h/aulas. As inscrições podem ser realizadas aqui: cursos.esa-sc.org.br.

 

Saiba mais: Dia Laranja

Criado pela Assembleia Geral das Nações Unidas, o Dia Laranja é uma mobilização global, por meio da campanha “Una-se pelo fim da violência contra mulheres”, iniciada em 2008, com o objetivo de sensibilizar para a prevenção e eliminar a violência contra mulheres e meninas no mundo.

A data foi escolhida como forma de homenagear três irmãs dominicanas conhecidas como Las Mariposas, assassinadas em 25 de novembro de 1960, por se oporem ao regime de seu país. “No ano passado, marcamos o ativismo pelo fim da violência contra a mulher, com o evento do ‘Laço Branco – ELES POR ELAS’, que ocorreu durante o Colégio de Presidentes da OAB/SC em Gravatal. Tivemos o apoio de todos os presidentes das Subseções presentes”, conta Rejane. “Na oportunidade, ainda assinamos o Termo de Parceria com a Polícia Militar do Estado para a implantação do projeto ‘Protetores do Lar’, visando levar educação sobre a temática às escolas do ensino médio de todo o Estado”, conclui.

 

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul