O consumidor estava ansioso em voltar a frequentar as lojas. O Dia dos Namorados provou o retorno gradual do movimento no comércio em Tubarão. Mesmo diante das dificuldades por causa da Covid-19, que tornava previsível a queda no volume de vendas, a retração foi inferior à projetada.

Se comparado com o mesmo período do ano passado, o recuo foi de 7,41%, conforme a base de dados do SPC/SC. O Dia dos Namorados é uma das datas das mais importantes em vendas para o comércio, depois do Natal e Dia das Mães.

Para o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Rafael Gomes Silvério, mesmo sabendo que as vendas não seriam melhores do que no mesmo período do ano passado em decorrência da atual situação pela Covid-19, as expectativas foram alcançadas.

Rafael acentua que foi observado, em número de vendas nos primeiros dias de junho até o Dia dos Namorados, uma distribuição igual entre os dias. “Com isso, percebemos que as pessoas têm se conscientizado em antecipar suas compras, não deixando para a última hora e evitando aglomerações no comércio. Isto é um ponto muito positivo em relação ao entendimento dos consumidores, evitando a proliferação do coronavírus”, avalia.

O presidente da CDL salienta que Tubarão segue na mesma linha das vendas do estado divulgados pela FCDL/SC, que registrou um recuo de 7,41% em relação ao ano passado. “Esperamos que até o fim deste mês possamos melhorar este número e aguardar uma nova reação na próxima data especial com o Dia dos Pais, em agosto”, prevê.

Valorização do comércio local
Em momentos como este que vivemos, segundo Rafael Gomes Silvério, é preciso valorizar o pequeno lojista, aquele do bairro, conhecido por todos e que já é quase parte da família. “Valorizar os comerciantes conhecidos que sempre estiveram ao seu lado, comprando no comércio local, vai fortalecer a economia, manter o negócio aberto e gerar emprego e renda.”

O comércio de Tubarão segue com todos os protocolos de segurança e higiene estabelecidos pelo estado e município, com o uso de máscaras, álcool em gel e distanciamento. O procedimento também deve ser seguido pelos consumidores.