#Pracegover Foto: na imagem há pessoas. plantações e uma construção
#Pracegover Foto: na imagem há pessoas. plantações e uma construção

Verduras cultivados na horta do Presídio Masculino de Tubarão, foram doadas recentemente para um Centro de Educação Infantil, Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), Fundação Joanna de Angelis e entidades filantrópica sem fins lucrativos. Detentos atuam no cultivo dos alimentos. A ação faz parte de um projeto de ressocialização da unidade prisional, o ‘Plantando um Futuro Melhor’.

A ação oferece uma oportunidade aos detentos de aprenderem um ofício. A atividade é considerada terapêutica e contribui não só para o aprendizado de um ofício, mas também para manutenção da saúde mental daqueles que cultivam as hortaliças.

A horta foi iniciada no fim do ano passado conta o gestor do presídio, Guilherme Martins da Silveira. Ele expõe que algumas agropecuárias colaboram doando mudas das plantas. “Começamos a produzir e com o tempo passamos a perceber que a colheita era maior que o consumo e começamos a realizar as doações”, pontua.

São plantados e colhidos em 11 canteiros alface, alface roxa, repolho, pimentão tomate, rúcula, cebolinha, salsa, beterraba, couve e temperos diversos. “Continuamos firmes no propósito de fortalecemos a política de ressocialização e promovemos a reintegração dos internos com o ambiente externo”, destaca o gestor.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul