O descarte irregular de lixo pode impactar a qualidade de vida humana e o meio ambiente, provocando não só a poluição, mas enchentes, proliferação de animais, transmissão de doenças e muito mais. Em Tubarão, atitudes como essa podem prejudicar também a operação do sistema de coleta e tratamento de esgoto.

Na tarde de sexta-feira (7), o processo de gradeamento (que separa o esgoto de materiais “estranhos”) da Estação Elevatória de Esgoto Braz (que encaminha o esgoto à Estação de Tratamento), precisou ser parado para a remoção de itens como bola, seringa, embalagens plásticas, preservativo e outros objetos.

Segundo a Concessionária, esse lixo saiu de alguma residência pela tubulação de esgoto, chegou na Estação Elevatória e foi removido, mas poderia ter parado na rede e provocado um extravasamento na comunidade. “Se a rede for obstruída, o esgoto acaba acumulando até chegar no Poço de Visita ou retornar para a própria residência. É importante ressaltar que a rede deve receber apenas o esgoto bruto, ou seja, os resíduos do banheiro, da área de serviço e cozinha (a partir da caixa de gordura)”, explica o diretor da Tubarão Saneamento, Wagner Souza.

Antes de realizar a conexão da residência na rede, o usuário pode tirar todas as dúvidas entrando em contato com a Tubarão Saneamento pelo WhatsApp (48) 99168-5827 ou pelos telefones 0800 648 9596 e (48) 3052-7400.