Lily Farias
Tubarão

“As demandas do Sul são convergentes”, disse o deputado federal Ricardo Guidi em entrevista ao #NotisulAoVivo, na tarde desta segunda-feira. Ele visitou a redação junto com o deputado estadual Júlio Garcia, presidente da Alesc, para falar da criação da Bancada Sul, formada por deputados estaduais e federais .

Os parlamentares falaram sobre as demandas da região Sul e a importância da união de interesses comuns, independente de sigla partidária. 

“Unindo essas forças teremos mais condições de lidar com os interesses da região Sul e do Estado. Resolvemos unificar a Amesc, Amrec e Amurel para trabalhar em conjunto, com todos comprometidos”, reforçou Júlio Garcia. 

Sobre as demandas da região, o Deputado Estadual Ricardo Guidi ressaltou que os interesses não são conflitantes e que pautas como Aeroporto de Jaguaruna; Serra da Rocinha, em Timbé do Sul e a criação de um plano de desenvolvimento regional são prioridades neste momento. 

“Com esse plano poderemos entender o que a região precisa a curto e médio prazo. É com esse planejamento que gente vai conseguir executar ações. Já o desenvolvimento da Serra da Rocinha é importante porque acaba envolvendo a Amurel, que acaba movimentando o porto de Imbituba. Sobre o aeroporto, os deputados irão se reunir na Anac para tentar resolver os problemas”, pontua Guidi. 

Outro assunto polêmico na região é a fosfateira. Quem falou sobre o tema foi o presidente da Alesc, Júlio Garcia. Na quarta-feira a Bancada do Sul irá se reunir para criar o fórum e tratar o assunto.

“Conhecer o projeto e acompanhar o andamento do processo.Temos que nos posicionar contra porque é um projeto que pode trazer prejuízo à reigão, do ponto de vista ambiental. 

Questionado sobre o prazo para os municípios entrarem com uma ação contra a instalação da fosfateira, Júlio Garcia disse que há tempo suficiente. 

Uma instalação dessa magnitude não se dá do dia para a noite estamos cronologicamente corretos, ainda há tempo  para tomar toda as medidas necessárias. Serão medidas ágeis.