O governo de Santa Catarina vai publicar um decreto para garantir a manutenção dos serviços de saúde pública afetados pelas paralisações dos caminhoneiros. O documento deve ser publicado ainda nesta quinta-feira (9).

A ideia é que veículos da Saúde tenham prioridade no acesso a combustíveis e insumos necessários ao funcionamento das atividades, em especial para o enfrentamento à pandemia e a continuidade da campanha de imunização.

Um Centro de Controle e Operações foi instalado pelo Executivo na noite desta quarta-feira (8) para planejar e executar ações visando à manutenção dos serviços essenciais diante da existência de bloqueios em rodovias. Quem está à frente das ações é coronel Charles Alexandre Vieira, comandante-geral do CBMSC (Corpo de Bombeiros Militar de santa Catarina).

De acordo com o governo do Estado, o Centro atuará em diversas frentes para minimizar os impactos à população. Entre elas, a fiscalização de preços para evitar aumentos indevidos, sobretudo, nos supermercados e postos de combustíveis.

Reunião de emergência na Defesa Civil

Na manhã desta quinta-feira está marcada reunião entre órgãos do governo do Estado na sede da Defesa Civil, no bairro Capoeiras, em Florianópolis.

O encontro contará com a presença do Grupo Gestor do Governo, Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar e outros órgãos.

De acordo com o comandante-geral da PMSC, coronel Dionei Tonet, a reunião vai discutir meios para restabelecer a logística da saúde pública diante das dificuldades de abastecimento de veículos destinados à distribuição de materiais.

Mais cedo, às 8h, o governador Carlos Moisés (sem partido) se reuniu previamente com os órgãos antes de embarcar para agenda em Lages.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul

Fonte: NDMais