O bailarino Luiz Carlos Berto, de 15 anos, conquistou medalha de bronze no Festival Internacional de Dança Tanzolymp 2022 realizado em Berlim, na Alemanha. A apresentação do bailarino aconteceu na sexta-feira, dia 18, mas o resultado foi divulgado somente na última segunda-feira, 21.

“Foi surpreendente. Diferente de como acontece no Brasil, aqui [na Alemanha], o Luiz concorreu com meninos e meninas, sem separação de gênero. Além disso, disputou posição com países que são referência na dança em todo o mundo. Estamos radiantes”, celebra o professor e coreógrafo Alex Martins, que ensaiou o jovem para a competição.

Os ensaios aconteceram no Centro de Cultura e Sustentabilidade do Parque Ambiental Encantos do Sul onde Alex é professor da oficina de jazz, e Luiz, um de seus alunos.

Luiz interpretou a coreografia “Depois de te Encontrar”, selecionada durante o Festival Passo de Arte, realizado em São Paulo, no mês de setembro do ano passado. Inicialmente, o adolescente concorreria na categoria Jazz Solo, entretanto, no Tanzolymp 2022, essa categoria não existe. Foi então que ele se inscreveu na categoria Dança Moderna.

“Essa foi mais uma surpresa desagradável que quase nos eliminou da competição. Mas como fui selecionado, em alguma categoria eu teria que ser encaixado. No fim, deu tudo certo. E, até agora, está sendo uma experiência incrível. A viagem, os imprevistos, as oportunidades, tudo. Ser selecionado para a competição já foi uma alegria. Agora, participar e se tornar pódio é simplesmente espetacular”, comemora Luiz Carlos Berto.

Chegar até Berlim não foi uma tarefa fácil. Para isso, foi necessário o apoio de diversos amigos, colegas e empresas parceiras, que acreditaram no aluno da Combemtu, entidade onde Luiz frequenta, exerce e qualifica sua dança. “Agradeço a todos que de alguma forma me ajudaram a realizar esse sonho. Sem o apoio desses parceiros, essa medalha não seria realidade”, agradece Berto.

Mas engana-se quem acha que o fator financeiro seria o único empecilho nessa trajetória. Quando chegamos em Berlim ficamos sem nossas bagagens. A companhia aérea disse que uma tempestade impossibilitou de descarregar nossas malas e, por isso, o avião voltou para a França com tudo o que era nosso. Ficamos só com a roupa do corpo, nossos documentos e celulares”, conta Alex. “Foi uma corrida contra o tempo. Tivemos que usar nossa reserva para comprar roupas de frio, improvisar uma roupa para a apresentação do Luiz. Mas deu tudo certo!”, conclui o professor.

Além da medalha de bronze, Luiz Carlos Berto também foi contemplado com uma bolsa de estudos para um curso em Portugal. Detalhes das aulas ainda não foram analisados e serão divulgados assim que a decisão for tomada.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul

Fonte:  Assessoria de imprensa – Com informações e foto do Portal Infosul