Convênio para começo das aulas foi aprovado nesta quinta-feira pela Câmara de Vereadores

Tubarão

Um projeto de lei, aprovado na última quinta-feira por unanimidade pela Câmara de Vereadores, autoriza o Executivo a firmar convênio com o Estado para que a Guarda Municipal dê início ao curso complementar de porte de armas.
De acordo com o procurador geral do município, Marivaldo Bittencourt Pires Junior, feita a autorização, as aulas serão oferecidas pela Academia da Polícia Civil (Acadepol) e devem começar por volta de abril.
O convênio firmado entre a prefeitura e o Estado está orçado em cerca de R$ 30 mil. O projeto de lei 059, que trata da autorização, foi aprovado em única votação durante a sessão extraordinária desta quinta-feira.

Porte de armas
Os agentes da Guarda Municipal deixaram de atuar nas ruas de Tubarão em julho do ano passado, quando tiveram o porte de armas suspenso por falta de horas-aula no curso de tiro. Desarmados, os agentes alegavam falta de segurança para o trabalho externo e, desde então, passaram a atuar apenas internamente.
Em 13 de fevereiro, com confirmação do curso complementar de porte de armas, os agentes voltaram às ruas. No momento, a GMT conta com 33 guardas e o auxílio de quatro viaturas.
O curso tem carga horária de 102 horas. A grade curricular inclui aulas teóricas e práticas.