O Instituto Cultural Anita Garibaldi (CulturAnita) lembrou nesta quarta-feira, 4, a morte de Anita Garibaldi (Ana Maria de Jesus Ribeiro), a Heroína dos Dois Mundos. A reverência à memória do fato ocorrido em Mandríole (Itália) em 1849, ocorreu nesta noite na praça República Juliana, em Laguna, com declamações em lembrança à personalidade da lagunense e com uma salva de tiros.

“Essa data marca o desaparecimento de uma das maiores figuras femininas que tivemos em nossa história, mas serve para lembrarmos do quão importante foi Anita Garibaldi, que lutou pelo seu espaço em uma época em que as mulheres não tinham a relevância que hoje têm”, destaca o diretor do CulturAnita, Adílcio Cadorin. “As reverências que fazemos hoje à nossa heroína e simbolo-maior são simples, mas servem para reafirmar a importância que a figura de Anita têm para nós e também para marcar o orgulho que temos em preservar e divulgar seus feitos”, acrescenta a diretora das Guardiãs de Anita, Ivete Scopel.

A ação realizada pelo CulturAnita foi acompanhada apenas pelas Guardiãs e membros do CulturAnita, observando todos os protocolos sanitários de prevenção ao coronavírus. O ponto alto do ato de reverência foi a declamação da última carta escrita por Anita, dois dias antes de morrer. O gesto foi feito pela atriz lagunense Lise Souza, que interpretou a heroína em edições da Tomada de Laguna, espetáculo que o CulturAnita tem a intenção de reeditar em 2021, ano do bicentenário.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul