Palhoça/Laguna

Considerado uma das maiores revelações de bateria no Estado na última década, o baterista Hasaff Cardoso Pereira, de 9 anos, de Laguna, foi convidado para se apresentar ao lado da dupla sertaneja Diego e Vinícius, no Parque Madri, em Palhoça. O evento ocorrerá neste domingo às 18h30.

O instrumentista da Cidade Juliana começou a sua história com a arte aos 3 anos, quando ganhou um teclado do pai, Fabrício da Silva Pereira. Com o passar do tempo ele demonstrou a sua paixão pela música e instrumentos, em especial, a bateria, também presenteado por Fabrício.

De acordo com a mãe do menino, Joelma Augusto Pereira, o filho nunca frequentou uma escola de música. O intuito do menino é de participar do Programa Silvio Santos e também do Programa Raul Gil. “Queremos levá-lo, mas é algo que demora. Ele também quer uma bateria acústica, mas é necessário aguardar, não temos esse montante. É normal ver um filho dessa idade acordar e querer ver desenho, mas com ele é diferente, ele assiste orquestras de bateria”, expõe.

Hasaff, participou há poucos meses, a convite, da 7ª edição da Orquestra de Baterias, em Florianópolis, além do show que ocorrerá no próximo domingo, ele se prepara agora para participar de um evento tocando junto com seu pai na banda do Exército. Mesmo ainda com pouca idade, postura de artista, o garoto já tem. Ele leva a sério o que faz, com dedicação e primando incrivelmente pela perfeição das batidas ao seu entendimento, pausando e voltando sempre que identifica qualquer falha.

Diego e Vinicius são irmãos e descobriram a paixão pela música sertaneja ainda na infância. Em meados de 1998, a dupla já participava de festivais musicais, e concursos de videoke. Em 2004, apoiados pelas amigos e familiares, gravaram o primeiro CD da carreira. Um ano depois o segundo e no final de 2006, os irmão saíram do Paraná e mudaram-se para os Estados Unidos. Em terras americanas trabalharam duro, e encararam profissões como: cozinheiro, garçom, motorista e até na construção civil os irmãos se arriscaram. Mas era nos barzinhos à noite, que faziam aquilo que mais gostam: cantar. Em abril de 2009, retornaram ao Brasil com uma proposta inovadora. E gravaram o terceiro CD em junho de 2012.