Com o objetivo de ajudar o próximo, o “Poeta Peregrino”, lançou o livro “Linda Laguna”. O valor arrecadado com a venda e será revertido para quem necessitar de auxílio.

Tubarão

“Linda Laguna, ponte Anita Garibaldi, como é bonita esta fonte de saudade…”, inicia um dos seis poemas do livro “Linda Laguna”, lançado este mês pelo poeta e escritor Manoel Alderino de Oliveira, o “Poeta Peregrino” ou o “Poeta da Bicicleta”.

O tubaronense, que desde a infância adora rimar as palavras e compor poesias, coleciona inúmeras criações literárias, mais de 700 textos já produzidos. Manoel estudou apenas até as séries iniciais do ensino fundamental, porém, com força de vontade e dedicação aperfeiçoou o gosto pela leitura e chegou a colecionar mais de 900 livros.

Além da paixão pela literatura, o escritor é dono de um coração solidário e decidiu publicar seus poemas em benefício do próximo. “A ideia é incentivar a leitura e ajudar as pessoas. Por exemplo, se vejo um mendigo ou alguma família que esteja passando por necessidades financeiras, entrego o meu livro a preço de custo e ela revende com outro valor e fica com o lucro, sem me repassar nada em troca”, explica.

Os poemas destacam as riquezas de Tubarão e Laguna. “Observo tudo que está em minha volta durante o dia e a noite, antes de dormir preciso escrever”, relata.

O livro “Linda Laguna” pode ser encontrado na banca Ica, ao lado do Bradesco (somente referência), no Centro, em Tubarão, por R$ 5,00.

A produção do livro também contou com o apoio do guarda municipal e escritor Maciel Brognoli, que recentemente promoveu junto com o poeta o projeto Bicicloteca. Trata-se de uma bicicleta itinerante conduzida por Peregrino, que leva cultura, informação e história a diversas comunidades, por meio das páginas de livros.