Brasília (DF)

O plano agrícola e pecuário de 2008 dará prioridade ao aumento da produção de alimentos. A informação é do ministro da agricultura, Reinhold Stephanes, que recebeu ontem as sugestões da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB) para o plano.

Segundo o ministro, a grande colaboração que o Brasil pode dar para evitar o aumento do preço dos alimentos é aumentar a sua produção. “O Brasil tem que usar a sua força para contribuir com o mundo produzindo mais, aumentando a oferta de produtos agrícolas. As soluções não são a curto prazo, mas o que podemos fazer é tentar um plano de safra, que aumente a produção interna”, disse.

Outra questão que está em estudo pelo governo é a elaboração de um programa para possibilitar o aproveitamento de áreas degradadas. Segundo o ministro, os estudos serão realizadas até o fim deste ano e é possível que o programa seja executado no próximo ano.

O plano agrícola e pecuário é publicado anualmente e reúne as diretrizes para a política agrícola do ano. A partir dele, é possível avaliar os programas e as medidas implementadas pelo governo no setor.