Brasília (DF)

Em julho de 2008, foram criados 203.218 postos de trabalho, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado ontem pelo Ministério do Trabalho. O crescimento em comparação a junho foi de 0,67% e, em relação ao mesmo período de 2007, de 60%.

O resultado é recorde para julho desde o início da série histórica, que começou em 2003.
Segundo o ministro Carlos Lupi, o crescimento é resultado do aquecimento da economia e do aumento do poder de compra dos trabalhadores, que impulsiona a demanda pelo consumo.

No acumulado do ano, houve acréscimo de 1.564.606 postos de trabalho com carteira assinada, resultado também recorde – 27% acima do registrado em 2004.
O setor que mais se destacou foi o de serviço, com geração de 51.292 empregos – crescimento de 0,43%, em relação a junho. A agricultura registrou maior crescimento (2,6%) em relação às contratações do mês passado, com 44.990 postos.