Foto: Pexels
Foto: Pexels

A cidade de Florianópolis, situada em Santa Catarina, é a capital do estado e possui uma população de 500.973 habitantes. Considerada a metrópole com maior qualidade de vida do Brasil, o município foi o segundo em 2019 que mais recebeu turistas estrangeiros, ficando atrás apenas do Rio de Janeiro, tamanha a capacidade potencial de lazer e entretenimento da cidade. A pesquisa, inclusive, registrou que 95,4% dos estrangeiros que visitar a famosa “Floripa” pretendem voltar à cidade um dia, índice que revela o quão acolhedora e rica em alternativas para passeios é a capital de Santa Catarina. 

Economicamente, a cidade consolidou-se, sobretudo, fundamentada nos setores de tecnologia da informação, turismo e serviços, exibindo um PIB (Produto Interno Bruto) de R$ 18.636.407,20 mil e um PIB per capita (Renda por pessoa) de R$ 39.678,10, números que escancaram o poderio aquisito de boa parte dos habitantes da cidade que, respaldados por investimentos de fora do estado, oportunizam uma Florianópolis muito mais rica, com mais consumo, mais empregos e maior infraestrutura. 

Detentora do terceiro maior IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) do Brasil, com o índice de 0,847, considerado muito alto para os padrões brasileiros, estes números sinalizam positivamente para aqueles que carecem de oportunidades em sua cidade natal, seja com relação à empregabilidade, acessa a lazer, cultura, saúde, transporte e segurança, estimulando-os a rumarem para uma vida em Florianópolis. Em 2009, o prestigiado jornal norte-americano New York Times afirmou que a cidade de Florianópolis era o “destino do ano” no mundo, evidenciando que, desde sempre, as diversas opções turísticas que contemplam a cidade despertam o desejo de habitantes do mundo todo, a procura de uma viagem de férias, de seguirem um destino até a capital catarinense em prol do entretenimento. 

Diante de todo este contexto favorável, reforçamos a narrativa de que a economia solidificada de Florianópolis muito é atribuída ao setor do turismo, enfatizando que, através de pesquisa realizado pelo FEComércio SC, os turistas que viajaram para Florianópolis foram os que mais gastaram em todo o verão, se comparado com outras cidades de Santa Catarina, registrando um gasto médio de R$ 326,75, tendo em vista que a média de gastos nas demais cidades catarinense foi de R$ 281,57, ratificando que, com a assiduidade das visitas turísticas, o dinheiro empregue da cidade torna-se maior, amplificando o fluxo de caixa e impulsionando o poder do consumidor em efetuar investimentos. 

No entanto, a cidade de Florianópolis não se resume a isso. Apresentando uma infraestrutura que beneficia o cidadão diariamente, seja com o Aeroporto Internacional Hercílio Luz, com a Estação Rodoviária Rita Maria, além do Sistema Integrado de Mobilidade, que interliga os bairros da cidade e facilita o deslocamento dos moradores, o transporte de Florianópolis é planejado para a locomoção do município. O planejamento urbano que preza pela verticalização também foi estabelecido na cidade, posicionando Florianópolis como uma das metrópoles mais estruturada do país. Referência em atenção básica no âmbito da saúde, os investimentos destinados à saúde da cidade objetivando atender aqueles que sentem-se desamparados. Do orçamento anual da cidade, que corresponde a R$ 1,1 bilhão, são designados 17% do montante para fins da saúde municipal, agindo em prol da qualidade de vida em Florianópolis e aumentando a expectativa de vida da população.

Na contra mão do tímido crescimento que temos visto na economia do país, tendo crescido 0,6% no terceiro trimestre do ano, ressaltamos aqueles cidadãos que buscam a aquisição de um imóvel usado em vez de um imóvel novo. Tendo em vista que, o preço costuma ser menor, pessoas da cidade de Florianópolis que carecem de um poder aquisito tão elevado para adquirir um imóvel na planta ou até já pronto e estabelecido em um condomínio novo, optam pelo bom e em “tese” mais barato imóvel que compreende alguns anos de uso. Muitos, com a prerrogativa de já verem a localização do imóvel consolidada no contexto do bairro, cientes dos padrões do prédio e seu funcionamento, inclinam-se em prol de sua aquisição. 

Além disso, a possibilidade de visitar o local antes da compra e refletir sobre os prós e contras que o imóvel possui, é visto com bons olhos por aqueles que temem adquirir um imóvel novo, que nas fotos parecia ser de uma forma, e pessoalmente é menor ou mais mal acabado. Sem contar que, a compra de usados imóveis em Florianópolis viabiliza uma comunicação muito mais facilitada e pouco burocrática, tendo em vista que, sem a intermediação da construtora, o contato se restringe em pessoas físicas, oportunizando um diálogo mais franco e esclarecedor.

Na última década, houve um aumento de 33% no número de habitantes da cidade de Florianópolis, maior registro dentre as capitais brasileiras, e este cenário embasa o mercado imobiliário para agir de forma mais agressiva, levando-se em conta a demanda que está se expandindo. Com imóveis se valorizando na cidade e a manifestação da procura incessante por imóveis à venda em Florianópolis, que refletiu a retomada acanhada do cenário financeiro do país, a confiança para investir voltou a nortear os cidadãos brasileiros.

Mais exigente e ambicionando um posicionamento consolidado no mercado de trabalho, objetivando estabilidade financeira, as pessoas sentem-se respaldadas quando rumam para Florianópolis, reunindo condições inúmeras para atingirem seus objetivos em médio prazo mediante ao impulsionamento que cidade garante aos profissionais. Pautados nos índices que asseguram que o estado de Santa Catarina é o que menos possui desempregados no país, com 6% da população desamparada, e apenas 0,9% das pessoas desalentada, isto é, que desistiram de procurar emprego, este contexto vai ao encontro do que muitos almejam e estimula o indivíduo a ingressar no mercado de trabalho catarinense. 

Com mais habitantes, mais casas à venda em Florianópolis nós veremos e, para os que mudaram há pouco tempo e ainda não possuem condições de investir em um apartamento novo e luxuosa, a aquisição de um imóvel usado é uma opção extremamente viável, principalmente considerando a facilidade para a liberação de crédito e a baixa considerável de juros no país.

Gostou deste artigo sobre o crescimento nas vendas de imóveis usados em Florianópolis? Não perca tempo e compartilhe-o em suas redes sociais!