Desde janeiro deste ano, quando os imunizantes contra a Covid-19 chegaram ao Estado, foi dado início a uma logística de distribuição efetiva. Desta forma, todos os municípios puderam aplicar, de forma célere, as vacinas nos braços da população.

Com isso, em 11 meses, foi possível ter 94% da população com mais de 12 anos vacinada com a 1ª dose e 83% desse público já com as duas doses. Além disso, está avançando cada vez mais com as doses de reforço.

Assim, o Estado entende que está pronto para seguir com o processo de vacinação contra a Covid-19 nas crianças também, tão logo as doses referentes a esse grupo etário forem encaminhadas pelo Ministério da Saúde.

“Entendemos que é urgente a imunização das crianças contra a Covid-19. Também acompanhamos o posicionamento do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems) de que não se faz necessária a exigência de prescrição médica”, reforça o secretário de Estado da Saúde, André Motta.

Porém, como foi realizado desde princípio, a decisão passará pela Comissão Intergestores Bipartite (CIB), composta por representantes da gestão do estado e dos municípios para que haja uma análise técnica e estritamente baseada na ciência. É importante lembrar que a vacina indicada para esta faixa etária já possui estudo clínico concluído e aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para o seu uso.

 

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul

Fonte: Gov. de SC