A prefeitura de Itajaí adquiriu recentemente um milhão de doses do medicamento ivermectina. A medicação não tem comprovação cientifica de que proteja contra a Covid-19, no entanto, o prefeito Volnei Morastoni (MDB), que é médico, acredita que o medicamento servirá de prevenção para a doença. Ivermectina é um antiparasitário, que de acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), é utilizado para tratar piolhos e lombrigas.

A cidade será a primeira em Santa Catarina a distribuir o medicamento gratuitamente como prevenção a Covid-19. A medicação está no protocolo e é utilizada por vários hospitais do Brasil. Morastoni, assegurou que a distribuição do ivermectina deverá ocorrer em breve. “Esse produto foi produzido especialmente para o município. Uma encomenda especial, ele está em fata em quase todo o território nacional”, pontua.

O chefe do poder Executivo de Itajaí afirma que a Ivermectina não possui muitas contraindicações. Crianças, gestantes com autorização médica e pessoas com meningite. “Os pacientes com casos leves e moderados positivados precisam ter um protocolo com um tratamento medicamentoso. A Ivermectina com Azitromicina, podendo usar o corticoide ou anticoagulante. Existe um protocolo que começa a ser firmado, mas além desses casos positivos, precisamos agir de forma profilática”, enfatiza.

Os moradores receberão a medicação conforme o seu peso, em três etapas. Quem tomar a medicação deverá assinar um termo de consentimento. A medicação será distribuída em postos de saúde e em uma estrutura montada no Centreventos. Outros dois milhões de comprimidos foram adquiridos e o carregamento deverá chegar ao município nas próximas semanas. Não foi divulgado quanto a prefeitura investiu nas compras. Há pouco mais de dois meses, Itajaí distribuiu um medicamento para melhorar a imunidade da população, foi disponibilizado para os munícipes doses de Cânfora, um medicamento homeopático.

A intenção do Município é tratar com o medicamento aproximadamente 100 mil pessoas. Para isso, uma equipe de saúde fará a dispensação da ivermectina em estrutura montada no Centreventos. Os moradores que não apresentam sintomas e têm interesse em fazer o tratamento preventivo poderão procurar o local a partir de terça-feira (7), das 8h às 20h. A indicação do medicamento será feita conforme critério médico e avaliação do paciente.

“A ivermectina tem que ser utilizada em três doses,  uma a cada 15 dias com o objetivo de manter o nível plasmático do medicamento no organismo da pessoa durante os próximos meses da pandemia. Também há algumas contraindicações que devem ser observadas. Por isso, criamos uma estrutura para oferecer esse medicamento de forma segura à população”, reforça o secretário de Saúde de Itajaí, Emerson Duarte.