Assim como o mês de junho, julho mostra indicadores que sustentam a tendência do aumento da infecção em decorrência do novo coronavírus na Amurel. Tubarão, maior cidade da região, confirmou nesta quarta-feira (8), 63 novos casos da Covid-19, em 24 horas. Agora, a Cidade Azul totaliza 673 casos de pessoas que foram infectadas pelo vírus, desde o começo da pandemia.

Segundo o boletim divulgado pela Fundação Municipal de Saúde também foram confirmadas cinco mortes que ocorreram desde o início da confirmação da doença em pessoas do município. Por outro lado, foram registrados 490 recuperados.

A ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) continua alta, 19 pacientes estão internados na unidade, porém sete são moradores de Tubarão. Nos dois hospitais do município são 26 pessoas com a infecção nas enfermarias, destes, seis residem na Cidade Azul.

Foram aplicados 5.806 testes sorológicos, PCR e rápidos, 165 pessoas são monitoradas pela equipe do Centro de Operações Emergenciais Municipais em Saúde (Coems) e 299 aguardam os resultados dos testes. Todos em isolamento social.

No Brasil, as primeiras ações ligadas à pandemia do covid-19 começaram em fevereiro, com a repatriação dos brasileiros que viviam em Wuhan, cidade chinesa epicentro da infecção. Em 15 dias, o país confirmou a primeira contaminação, quando a Europa já confirmava centenas de casos e encarava mortes decorrentes da covid-19.

Conforme o MS e a Organização Mundial de Saúde (OMS), ficar em casa é importante porque, é a única maneira mais eficaz no momento para frear o aumento repentino no número de casos, o que poderia causar um colapso no sistema de saúde pela falta de leitos e de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs). Um colapso causaria a diminuição drástica da capacidade do sistema de saúde em cuidar dos pacientes, o que aumenta a chance de óbitos por Covid-19 e também por outras doenças.

Entre no nosso grupo do telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/Notisul