Os municípios que compõe a Amurel manterão o atual decreto até o próximo dia 16. A decisão foi tomada hoje (12) à tarde em reunião entre os 18 prefeitos por videoconferência.

As alterações são a redução de 50% para 40% no número de pessoas em estabelecimentos e a permissão de uma pessoa por família nos supermercados e mercados (abaixo).

Mesmo com a recomendação do Comitê Extraordinário Regional de Saúde de redução no horário de atendimento do ramo gastronômico, os prefeitos entenderam, por unanimidade, que se manter os cuidados com higiene, distanciamento e protocolos de saúde, não há riscos da extensão dos horários por mais duas horas, das 20 às 22 horas.

Será também discutido, para o próximo decreto, a ampliação no horário de atendimento de bancos e lotéricas com o intuito de evitar aglomerações.´

Nesta segunda-feira (13), às 14 horas, os prefeitos realizam mais uma assembleia tendo como convidados os representantes da Associação de Supermercadistas de Santa Catarina, para discutir alguns pontos para novas medidas.

Logo após, às 15 horas, um novo encontro, onde as ações de combate à pandemia serão discutidas com os representantes políticos do Sul do estado, como deputados estaduais e federais, além de representantes do Ministério Público, dos hospitais e da Fecam, com a presença da imprensa.

A partir de segunda-feira (13), também continuam as negociações com hospitais da região, para o credenciamento de diárias de UTI, a serem utilizadas por pacientes da Amurel.Na próxima quarta-feira (15), após ser conhecida a nova classificação de risco da região e, com os resultados das assembleias e outras discussões, inclusive o parecer do Comitê de Saúde, os prefeitos voltam a se reunir e definirão os novos decretos, que conterão novas medidas.

No entanto, junto com a prorrogação dos decretos atuais, os municípios ampliaram as restrições em pelo menos dois pontos: um deles é a redução da permissão de atendimento de qualquer estabelecimento, para apenas 40% da capacidade; o outro é a intensificação da fiscalização e novas determinações para o acesso de pessoas aos estabelecimentos, como por exemplo as filas de bancos e lotéricas, que vai poder conter apenas 15 pessoas e o acesso aos supermercados, por apenas uma pessoa por família. Todas as demais medidas continuam valendo.

Outra situação que foi alterada com a reedição do decreto, foi com relação aos jogos de futebol profissional, que agora também estão proibidos, continuando possíveis apenas os treinos, dentro dos protocolos exigidos. Isso faz com que a partida do Clube Atlético Tubarão, pelo campeonato catarinense, que seria realizada na terça-feira (14), seja cancelada.

Quanto as restrições acrescentadas ao atual decreto, o prefeito Joares Ponticelli avalia como importantes. “A única recomendação que tem algum consenso é a do afastamento social, por isso vamos tentar, de imediato, diminuir as aglomerações nos locais onde hoje ocorrem, como nas filas de bancos, nos supermercados e em alguns comércios”.

Entre em nosso grupo do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/Notisul