João Mendes, de 83 anos, é mais um tubaronense que perdeu a vida pela Covid-19. Nascido na Cidade Azul, ele morreu na madrugada da última quarta-feira (15) no Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC), onde ficou oito dias internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

“Levamos meu pai para o hospital, estava com febre, tinha diabetes, mas não esperávamos, estamos arrasados”, conta Augustinho Nunes Mendes.

João Mendes foi sepultado no mesmo dia no cemitério da Guarda. “Estamos sofrendo muito pela nossa perda e por não conseguirmos fazer um sepultamento que ele merecia, é uma dor e um sentimento inexplicável”, lamenta o filho.

O tubaronense sempre foi atuante nas questões públicas e comunitárias da cidade, no exercício de várias funções. Foi vereador eleito em 1990 na Cidade Azul e assumiu o mesmo cargo duas vezes como substituição.

Ele trabalhou na prefeitura em outras áreas e foi presidente do Conselho Comunitário do bairro Bom Pastor, onde sempre morou. João Mendes também tinha forte ligação com a área da agropecuária como comerciante.

“Ele foi um exemplo como pai, esposo, dedicado à família, era a base de tudo para nós. Além disso sempre pensava nos outros, ajudava muitas pessoas, se engajava nas causas comunitárias, não media esforços”.

Augustinho conta que seu irmão de 58 anos também está com a Covid-19 em isolamento domiciliar. Casado há quase 60 anos, João Mendes deixou a esposa Maura Nunes Mendes, sete filhos, netos e bisnetos.

Entre em nosso grupo do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul