Braço do Norte 

Desde que iniciaram as notícias sobre a Covid-19, a diretoria da Cerbranorte se diz atenta aos efeitos negativos na vida das pessoas, associados e colaboradores. Assim, logo que os casos na região começaram a ser noticiados. Foi contratada a infectologista Eletânia Esteves de Almeida, para auxiliar na tomada das decisões de aplicação das melhores práticas recomendadas pelas autoridades competentes na condução das atividades de distribuição de energia elétrica, seja em relação aos funcionários ou na interação com associados e consumidores.

“Não menos importante é manter as atividades da Cooperativa dentro da normalidade razoável nessa fase crítica, bem como suas finanças para suportar os efeitos econômicos negativos que virão, uma vez que se trata de serviço essencial”, resume o administrador judicial da cooperativa, Cristiano Orlandi.

Além das decisões internas, a concessionária tomou medidas e anunciou aos cooperados e consumidores que os cortes de energia dos inadimplentes estão suspensos e o atendimento presencial está restrito desde o último dia 17. Além disso, prorrogou as contas com vencimento em 20, 25 e 30 de março para o dia 31/3, último dia de vigência do Decreto do governo catarinense, o qual estabelece estado de emergência de saúde pública quanto à Covid-19, ou até nova determinação das autoridades competentes. “Estamos em constante contato com as autoridades ligadas à saúde e à Federação das Cooperativas de Energia de Santa Catarina (Fecoerusc), para implementar as melhores ações de enfrentamento à crise atual. 

“Acompanhamos diariamente as manifestações do órgão regulador da nossa atividade à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), sobre vencimento, corte, prorrogação, bonificações e quaisquer outras questões em relação às contas de energia, e que, no momento, inexiste previsão legal e/ou regulatória que permita a qualquer distribuidora permissionária oferecer isenção dos valores faturados”, detalha Cristiano.

Ele complemente que foi antecipado o repasse mensal em favor do Hospital Santa Teresinha, Hospital Rio Fortuna, Apaes de Braço do Norte e Rio Fortuna, Casa Lar – Asacad, Rede Feminina de Combate ao Câncer, Centro de Reabilitação Vida Humana (Cervhu), Associação Coral São José e Associação de Apoio à Saúde de SC, referentes aos meses de março, abril e maio do corrente exercício, totalizando R$ 294 mil a ser transferidos ainda em março. “Estamos discutindo em grupo interno e externo com outras empresas, autoridades, associações e cooperativas de como ajudar em um momento ímpar como o presente”, agrega Orlandi.

O administrador judicial ainda reforça que a equipe está operando e atuando em regime especial e os canais de atendimento remoto, por internet ou telefone, estão em pleno funcionamento. O corpo técnico da Cerbranorte analisa formas de parcelamento e prazos que atendam as necessidades dos consumidores, dentro das possibilidades da atividade regulada, as quais serão apresentadas ao encerramento do período de isolamentos social.

“A situação vivenciada pode mudar e novas medidas implementadas de acordo com as determinações do poder público ou necessidades impostas por alteração do atual cenário. É momento de responsabilidade individual em prol da saúde pública e coletiva”, encerra Cristiano.