Tatiana Dornelles
Laguna

Em poucos anos haverá uma ‘explosão’ no desenvolvimento da região sul, mais especificamente da Amurel. Com a duplicação da BR-101 e com o aeroporto regional em funcionamento, todos os caminhos estarão abertos para o crescimento dos municípios. Com isso, o turismo ganhará espaço também.

Para alavancar o turismo religioso na região, dois projetos, desenvolvidos pelo artista plástico Marcelo Francalaci, devem ser colocados em prática a partir deste mês ou início de junho: são os monumentos de Santo Antônio, em Laguna, e de Santa Paulina, em Imbituba. Ambos terão 45 metros de altura, o equivalente a um prédio de 14 andares. A intenção é terminar as duas obras em junho de 2010.
“Cada monumento terá suas peculiaridades. A estátua de Santo Antônio, por exemplo, terá uma sala dentro dele, a 25 metros de altura, que projetará permanentemente os pontos turísticos de Laguna. Será um grande ponto de atração turística”, conta o artista e idealizador dos dois projetos.

Além disso, revela Marcelo, já há empresários interessados em investir na região devido aos monumentos. “Há empresas privadas interessadas até mesmo na construção de teleféricos em Laguna. Isso trará um crescimento econômico e turístico enorme. E ainda há o incentivo aos produtos locais, como artesanato, que podem ser vendidos no local”, ressalta.

Já o monumento de Santa Paulina, de mesmo tamanho, terá um local para meditação e a história da santa contada em três línguas. “Os dois monumentos serão os maiores da América Latina e terão sete metros a mais que o Cristo Redendor, no Rio de Janeiro, com 38 metros”, compara.

Segundo o artista plástico, com a conclusão dos monumentos, será o início de um grande corredor religioso. “Há ainda a possibilidade de fazer um monumento à beata Albertina Berkenbrock, em Imaruí. Mas ainda está em fase de estudos”, acrescenta. O projeto foi apresentado para toda a comunidade, à igreja, representantes de entidades, e houve aprovação unânime.

Curiosidade
Santo Antônio tem mais de 30 milhões de devotos no mundo e um grande poder de ascensão sobre o povo brasileiro. O artista plástico Marcelo Francalaci trabalha há mais de dois anos nos dois projetos. “Queremos um turismo permanente na nossa cidade, não sazonal”, acrescenta.

Locais das obras já estão em definição

Os dois monumentos de 45 metros, Santo Antônio (em Laguna) e Santa Paulina (Imbituba), trarão um crescimento turístico não somente para as cidades contempladas com os projetos, mas para toda a região. Desenvolvidos pelo artista plástico Marcelo Francalaci e com apoio do governo estadual e parceria das prefeituras, os projetos terão recursos de cerca de R$ 1,5 milhão para cada monumento, sendo R$ 1 milhão do estado e R$ 500 mil de contrapartida dos municípios.

“Acreditamos que, depois de prontos os monumentos, as cidades receberão cerca de mil pessoas por dia, podendo chegar a mais. Entretanto, a parte de documentações já está em andamento e os locais estão sendo escolhidos e analisados”, explica o gerente de turismo, cultura e esporte da secretaria de desenvolvimento regional em Laguna, Antônio Avelino Honorato Filho.

Entre os locais possíveis para a construção das imagens, estão cogitadas áreas junto ao Morro da Glória ou próximo ao mirante do Laguna Tourist Hotel. Em Imbituba, a santa deve ser instalada no Morro do Mirim. “Se analisarmos o que avançamos, as obras já começaram. No que se refere a Abertina Berkenbrock, ainda não há nada previsto, uma vez que a igreja pediu para aguardarmos um pouco mais. É estudado para Imaruí um monumento ou uma basílica. Com isso, aí sim o corredor turístico ficará completo”, reforça Antônio.

A imagem de Santo Antônio
O projeto da imagem de Santo Antônio é volumétrico, ou seja, serve para saber que materiais serão utilizados, para realizar os cálculos estruturais, entre outros. Logo, a estátua será mais detalhada do que aparece nas gravuras (acima e ao lado).
“A fisionomia será diferente, haverá uma cruz na mão do santo no lugar da flor-de-liz, a criança ficará olhando para o povo. A roupa também terá dobras, mais detalhes. Além disso, dentro haverá escada caracol e elevador, com vista panorâmica a cada lance de escada. A cruz vazada será iluminada”, conta Antônio.

Comparação
A Estátua da Liberdade, em Nova Iorque, tem 57 metros de altura e 40 de base; Frei Bruno, em Joaçaba, tem 37 metros; o Cristo, no Rio, tem 38 metros.