Na última quarta-feira (4), o muro e quatro capelas desabaram. Na sequência, mas duas capelas foram ao chão. Nesta terça-feira, o material foi recolhido no local, que segue isolado - Foto: Defesa Civil de Grão-Pará | Divulgação

Os corpos e ossadas desenterradas do Cemitério Municipal de Grão-Pará depois do desabamento do muro foram transferidos nesta segunda-feira (9). Paralelamente, a Prefeitura iniciou a confecção do projeto de reconstrução da área, conforme orientação do chefe a Defesa Civil de Santa Catarina, David Busarello. Conforme o secretário de planejamento do município, Vagner Costa, além do muro o projeto contemplará uma nova fachada para o cemitério. Nesta terça-feira, uma empresa foi acionada para realizar a correta destinação do material que caiu sobre a rua.

#PraCegoVer Na foto, capelas mortuárias e um muro que desabou em cima de alguns carros por causa da erosão do solo
O muro e as capelas atingiram três carros que estavam estacionados na Rua Jorge Lacerda – Foto: Redes Sociais | Divulgação

O muro desabou na quarta-feira (4) da semana passada, por conta da intensa chuva que atingiu Santa Catarina. Quatro capelas também foram ao chão e atingiram três carros que estavam estacionados na Rua Jorge Lacerda. Ninguém ficou ferido com o incidente. Com a continuidade da chuva, outras duas capelas desabaram, totalizando seis estruturas complemente destruídas. Outras duas capelas correm o risco de cair também, pois o solo, ainda muito enchardo, pode deslizar. O local está isolado e as pessoas devem evitar passar por este trecho da rua, em especial a pé.

Fonte: Prefeitura de Grão-Pará
Edição: Zahyra Mattar | Notisul

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul