O corpo de um homem que morreu após ser atropelado na BR-101, na localidade do bairro Morrotes, Tubarão, ainda está no Instituto Médico Legal (IML) sem identificação. Ele é de cor branca, com idade entre 35 a 50 anos, com 1,70 cm de altura, calvo na frente e atrás com cabelos grisalhos, não possui os dentes da frente e no braço direito há uma tatuagem com o coração e dentro está escrito Lúcia.

Ele foi atingido por um caminhão nesta segunda-feira, por volta das 23h40, na BR-101. Foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhado para o Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC). Na casa de saúde, o homem morreu às 0h10 do desta terça-feira.

O condutor do veículo teria fugido após o atropelamento. O Corpo está no IML desde esta terça-feira pela manhã, onde espera identificação. O IML aguarda por familiares do homem para identificação e liberação do corpo.