Corpo de Felipão é velado na capela da igreja do bairro São Martinho, em Tubarão

Jovem tinha 33 anos e morreu na noite desta sexta-feira (14). Ele estava internado no Hospital Regional de São José, na Grande Florianópolis, para tratamento de 4 bactérias resistentes. 

O corpo de Felipe Martins Miguel, o Felipão (33 anos), está sendo velado na capela da igreja do bairro São Martinho, em Tubarão, e o enterro será no início da tarde em Armazém.

Felipão morreu na noite desta sexta-feira (14), ele estava internado no Hospital Regional de São José, na Grande Florianópolis, para tratamento de 4 bactérias resistentes.

De acordo com a irmã de Felipão, Alessandra Florêncio Goulart, ele estava internado desde março. O jovem foi para São José visitar a família da namorada, começou a se sentir e foi para o hospital, e não saiu mais.

Os médicos diagnosticaram a presença de bactérias resistentes no organismo de Felipão, desde então foram indas e vindas entre enfermaria e UTI. Felipão chegou a ser contaminado pelo Covid-19, e conforme a irmã já estava recuperado há cerca de 20 dias.

“Tinha períodos em que ele estava bem, outros nem tanto. Há cerca de 15 dias ele apresentou uma melhora no quadro de saúde e de uns dois dias para cá não respondeu mais e não resistiu”.

Paixão pelo Tubarão Futsal

Em janeiro de 2019 Felipão teve um infarto na medula, ficou com o corpo paralisado da cintura para baixo e precisou se adaptar à nova vida. Mas ele não enfrentou as dificuldades sozinho.

Fanático pelo Tubarão Futsal, Felipão viu todo seu amor pelo time voltar em forma de gestos carinhosos de toda a direção e jogadores.

O clube ajudou a fazer rifas para arrecadar dinheiro e ajudar Felipão a adaptar a casa, disponibilizou fisioterapia para o tratamento do torcedor e até compartilhou uma medalha exclusiva para ele quando o time foi campeão da Recopa SC em 2019.

“Nossa relação com o futsal é de torcedor fanático desde sempre! A família toda é assim, não perdíamos um jogo, havíamos comprado pacote para os jogos deste ano. O time sempre foi muito carinhoso com ele”, disse a irmã.

Assim que soube da morte de Felipão, o Tubarão Futsal emitiu um comunicado nas redes sociais lamentando o ocorrido.

“Que Deus conforte o coração dos familiares e amigos. Nós também estamos muito tristes, mas sabemos que agora temos um torcedor no céu”, escreveu o clube no Facebook.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul