Florianópolis

Em novo boletim divulgado nesta terça-feira (14), à noite, o governo de Santa Catarina confirmou o número de pessoas infectadas com Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus. No Estado 853 pessoas foram diagnosticadas com a doença. Foram confirmados 28 óbitos. No dia anterior eram 826 pacientes com a doença e 26 mortes.

O número de casos confirmados representa um aumento de 3,3% em relação ao dia anterior. Os dois óbitos que entraram nos registros são de idosas de 84 e 75 anos, de Braço do Norte e Camboriú, respectivamente. O número de municípios com pelo menos um morador com confirmação de infecção por coronavírus permanece 84, sem alterações em relação ao dia anterior. Há 18 cidades com registro de ao menos um óbito.

Conforme o governador Carlos Moisés (PSL), o Estado tem 97 pessoas estão internadas em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), no entanto, 55 casos são confirmados com a doença e os demais com suspeitas. Ainda de acordo com o chefe do poder Executivo, 60 pacientes utilizam ventilação mecânica e outras 112 deixaram a UTI e forma para leitos de enfermarias.

O governador destaca que o Estado trabalha com o contato gradual. Ele afirma que tem sido necessário uma ação eficiente e coordenada. É certo que teremos dias bem mais difíceis. Por isso pedimos para o cidadão o convívio responsável. Sabemos do risco e o perfil de contágio. Todo o cuidado é pouco. O momento é de se cuidar e assim vamos achatar a curva. Temos que mitigar”, enfatiza Moisés.

De acordo com o secretário de Estado da Saúde, Helton de Souza Zeferino, dez servidores da área da saúde foram confirmados com a doença, além disso, outros funcionários foram afastados com suspeitas. Questionados sobre o uso de máscaras e matérias de prevenção, representantes do governo destacaram que as máscaras funcionam com método de barreira, mas as pessoas não podem relaxar das outras medidas. Manter distância de pelo menos 1 metro e meio e a junção de várias medidas no dia a dia colaboram para evitar a Covid-19.