O paciente que testou positivo para o coronavírus permanece internado em Braço do Norte e tem quadro estável. Ao contrário do que está sendo divulgado em redes sociais, ele não foi transferido para o Hospital São Donato em Içara.

Cogitou-se a transferência por não haver Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Hospital Santa Teresinha em Braço do Norte. Caso o paciente necessite ser intubado, precisará de recursos mais adequados e um suporte mais rápido. Além disso, outros pacientes com problemas respiratórios tendem a precisar de internação e atendimentos emergenciais nesta época. 

Caso haja complicações, estes hospitais estão sendo estudados, inclusive porque o Hospital Nossa Senhora da Conceição em Tubarão, costuma estar com a UTI sempre lotada e é preciso estar preparado para caso surjam outros casos confirmados. Daí a necessidade de pensar em um “plano B”.

A informação é de que está sendo feito um estudo de logística. Como o Hospital de Braço do Norte não disponibiliza UTI, outros municípios que disponibilizam estão sendo estudados. A exemplo, o Hospital de Araranguá, Içara e de Tubarão, mas nada definido ainda. 

A reportagem do Portal Notisul fez contato com o Hospital São Donato. Porém, e a informação é de que houve um contato inicial, mas o paciente não havia sido transferido e não sabiam se ele realmente seria encaminhado para lá. Já em contato com o Hospital Santa Terezinha, a informação é de que ele ainda se encontra em Braço do Norte.

O paciente de Braço do Norte, é o primeiro caso da doença confirmado no Sul do Estado. De acordo com nota emitida pela Direção do Hospital Santa Terezinha, ele deu entrada no hospital de Braço do Norte na quinta-feira (11). O homem apresentava os sintomas da doença que acabou sendo confirmada pelo Laboratório Central de Florianópolis.