A Itália registrou pelo segundo dia seguido uma redução nas mortes pelo novo coronavírus. Foram 601 óbitos nas últimas 24 horas, 50 a menos do que o anunciado ontem. Se a tendência de queda se mantiver, isso pode significar que o país já passou pelo seu pico de infecções.

Ao todo, 63.927 italianos foram infectados desde o início da pandemia, segundo divulgado por autoridades locais e publicado pelo Corriere della Sera. Destes, 6.077 morreram e outros 7.432 já se recuperaram. Ainda há 50.148 pessoas com diagnóstico positivo para covid-19.

Dos pacientes com sintomas, 3.204 estão em unidades de terapia intensiva (UTIs) e 26.522 estão em isolamento domiciliar, ainda de acordo com o Corriere. A região da Lombardia, cuja capital é Milão, lidera o número de casos (28.761), incluindo mortos e já curados. Emília-Romanha (8.535), da capital Bolonha; Vêneto (5.505), de Veneza; e Piemonte (4.861), de Turim, aparecem logo em seguida.