O Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) de Criciúma está notificando as agências bancárias, correspondentes bancários, lotéricas e cooperativas de crédito da cidade. A fiscalização iniciou nesta quinta-feira (2) e a intenção é que os estabelecimentos evitem aglomerações e sigam os protocolos de prevenção ao novo coronavírus (Covid-19).

As notificações estão sendo realizadas por orientação do Ministério Público Público de Santa Catarina (MPSC). Os locais devem realizar um controle de acesso com a marcação de lugares reservados aos clientes. A área externa também deve ser monitorada, com a organização de filas com a distância mínima de 1,5 metro entre cada pessoa. Além disso, os serviços presenciais prestados aos clientes devem estar explicitamente à disposição dos clientes, na porta de acesso ao estabelecimento.

“Eles estão cumprindo isso dentro das agências, mas acabaram esquecendo o lado de fora. Por isso, estamos realizando essas notificações, para que possa haver essa orientação fora dos estabelecimentos, para evitar aglomerações. Aqueles que não cumprirem, nós enviaremos um ofício ao Ministério Público para que eles tomem todas as providências, medidas e sanções cabíveis”, afirmou o coordenador do Procon de Criciúma, Gustavo Colle.