Braço do Norte chegou nesta quarta-feira (6) a marca de 109 pessoas curadas da Covid-19, segundo a Secretaria Municipal de Saúde. O município registrou 126 casos positivos da doença. Destes, 15 ainda não estão curados. Foram realizados 609 exames, onde 471 tiveram os seus resultados descartados.

Na Cidade do Vale, há 17 pacientes monitorados e há pouco mais de dez dias, o município registrou dois óbitos. O primeiro foi de uma idosa de 84 anos e o segundo de um homem de 37 anos. Braço do Norte foi a primeira cidade da Amurel a registrar caso positivo de Covid-19.

Coronavírus é o nome de uma família de vírus que têm uma estrutura em formato de coroa. Eles causam infecções respiratórias e já provocaram outras doenças. Em geral, eles circulam apenas entre animais como morcegos e roedores, mas passam a infectar também as pessoas quando a convivência é muito próxima e os vírus sofrem mutações espontâneas e aleatórias.

Conforme o MS e a Organização Mundial de Saúde (OMS),ficar em casa é importante porque, é a única maneira mais eficaz no momento para frear o aumento repentino no número de casos, o que poderia causar um colapso no sistema de saúde pela falta de leitos e de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs). Um colapso causaria a diminuição drástica da capacidade do sistema de saúde em cuidar dos pacientes, o que aumenta a chance de óbitos por Covid-19 e também por outras doenças.

Para evitar a proliferação do vírus, o Ministério da Saúde recomenda medidas básicas de higiene, como lavar as mãos com água e sabão, utilizar lenço descartável para higiene nasal, cobrir o nariz e a boca com um lenço de papel quando espirrar ou tossir e jogá-lo no lixo. Evitar tocar olhos, nariz e boca sem que as mãos estejam limpas.