Wagner da Silva
Grão-Pará

Nos últimos anos, a Cooperativa de Eletricidade de Grão-Pará (Cergapa) tem investido no melhoramento e agilidade no atendimento aos associados, principalmente quando a questão é queda de energia.

Para acabar com o problema, ainda este ano, a cooperativa espera concluir o recadastramento detalhado das redes de energia em todo o perímetro do município. Com isso, os profissionais poderão monitorar internamente os cerca de 800 quilômetros de rede, através de um sistema específico de localização.
Segundo o presidente da Cergapa, Ademir Steiner, o trabalho de recadastramento da rede deve estar pronto para o início da segunda fase. “Nesta segunda etapa, realizamos um levantamento completo da rede, número de postes, as redes de alta e baixa tensão”, esclarece.

Após a conclusão deste trabalho, haverá exatidão e um controle maior sobre as ações e extensões. Um fator que ainda dificulta os trabalhos de campo é o fato de muitas redes de energia não passarem nas laterais das estradas. “Aos poucos, substituímos estas redes. Com isso, facilitará o trabalho de manutenção e também os atendimentos diversos solicitados”, declara o presidente da cooperativa. Ao término de todo o recadastramento, a Cergapa saberá exatamente a extensão de rede que possui.

Estrutura de trabalho
• Atualmente, a Cooperativa de Eletricidade de Grão-Pará (Cergapa) possui uma equipe com 23 funcionários, uma sede própria com amplo depósito para armazenamento de materiais, uma frota com três picapes toyotas, duas motos, um caminhão Mercedes, uma caminhonete Strada e um Corsa Sedan.

• Hoje a Cergapa também trabalha na construção de duas linhas de transmissão trifásica, uma na comunidade de Morro da Palha, na Invernada, e outra na Serra Furada, num total de seis quilometros. As linhas devem substituir as antigas monofásicas.

• Outra ação, realizada recentemente, através de parceira, é o apoio dado para a colocação de redes de telefonia no município. “Contribuímos em muito para facilitar a comunicação de várias famílias”, detalhou o presidente da cooperativa, Ademir Steiner.