Braço do Norte

 Amigos dos Excepcionais (Apae) em todo o estado e outras instituições relacionadas foram beneficiadas com a assinatura de acordo com o governo e que formalizou a atuação de professores pagos pelo estado nestas entidades. A assinatura contou com a presença da presidente da Fundação Catarinense de Educação Especial (FCEE), Rosemeri Bartucheski, que esteve em Braço do Norte na terça-feira.

Segundo Rosemeri, na prática é uma formalização, uma vez que os profissionais já estão em atuação desde fevereiro. "O governo tem convênio com professores efetivos e contratados com essas entidades e que hoje ultrapassam mais de R$ 200 milhões de repasse anualmente. Esses profissionais já estão atuando desde fevereiro", disse. 

O investimento representa a manutenção de 3.518 professores em 188 entidades em Santa Catarina, dos quais sete estão na região de Tubarão. "Queremos que a pessoa com deficiência seja atendida por pessoas capazes e entidades especializadas, e é isso que encontramos nestas entidades".