A biruta e o NDB (instrumento para aproximação da aeronave em condições adversas de meteorologia) já estão colocados. Fotos: Dilney Chaves Cabral/Secretaria estadual de infraestrutura/Notisul
A biruta e o NDB (instrumento para aproximação da aeronave em condições adversas de meteorologia) já estão colocados. Fotos: Dilney Chaves Cabral/Secretaria estadual de infraestrutura/Notisul

Zahyra Mattar
Jaguaruna

 
A conclusão das obras do Aeroporto Regional Sul, em Jaguaruna, está bem próxima. A afirmação é do diretor de transportes da secretaria estadual de infraestrutura, Dilney Chaves Cabral. O acesso rodoviário, pela BR-101, está na fase final e as obras de execução das cercas operacionais, que fecharão o aeroporto, já começaram a ser feitas.
 
Paralelamente, também é instalada a iluminação externa, entre elas as torres do pátio de aeronaves, que está na fase final de colocação. A sinalização noturna e os instrumentos auxiliares também já começaram a ser instalados.
 
“Este avanço só foi possível porque temos a segurança com o fechamento do aeroporto, inclusive com a recuperação dos buracos existentes ao longo da cerca patrimonial”, valoriza Dilney.
 
A energia elétrica também já está definitivamente ligada. Nos próximos dias, o estado assina, junto à Secretaria de Aviação Civil (SAC), o convênio de delegação de competência.
 
O documento prevê que a União repassará ao estado a responsabilidade pelo aeroporto e, com isso, será possível lançar o edital para escolher a empresa que administrará o futuro empreendimento.
 
Ainda nesta semana, Diney confirma que destacará um servidor da diretoria de transportes para trabalhar ativa e exclusivamente na homologação do aeroporto.
 
“Acredito que o longo e trabalhoso processo, que daria para escrever um livro, chega ao fim e de forma positiva. Minha impressão é de que, se tudo correr bem e ninguém atrapalhar, o aeroporto entrará em operação neste ano”, valoriza o diretor.
 
Ainda há dívidas de desapropriações
• Parte do pagamento das desapropriações dos terrenos onde foi construído o Aeroporto Regional Sul ainda está pendente. 
• O último repasse para o pagamento dos terrenos foi feito em julho do ano passado. 
• Em valores nominais (sem correção), são necessários mais R$ 180.177,06 para terminar de pagar as desapropriações (eram R$ 263.175,69 até abril de 2010).
• Em preço atual, estima-se que o montante ultrapasse R$ 850 mil.