O treinador da seleção brasileira, desde a conquista da Libertadores pelo Corinthians, time no qual treinou, tem levado a sua experiência como técnico e cidadão.

Jailson Vieiras
Tubarão

O técnico da seleção brasileira de futebol, Adenor Leonardo Bacchi, o Tite, 56 anos, estará no dia 5 de agosto em Tubarão. O treinador irá ministrar a palestra com o tema ‘Construindo uma equipe vencedora’. O local do evento ainda não está definido e a iniciativa de trazer o comandante da equipe verde e amarelo é da Imaginarium Formaturas.

Tite iniciou como jogador no Caxias, em 1978. Seis anos depois foi negociado também para outro time, mas da capital, Porto Alegre, um ano mais tarde atuou na Portuguesa, e em 1986 passou a jogar no Guarani, onde alcançou a sua melhor fase como atleta. Com apenas 28 anos, no fim dos anos 80, encerrou a sua carreira como jogador devido uma série de lesões no joelho, ruptura de ligamento e perdeu a mobilidade plena de uma das pernas.

Depois disso, Tite se formou em Educação Física e iniciou a carreira de treinador em alguns times gaúchos.

O começo foi no Guarani de Garibaldi, Ypiranga de Erechim e Juventude. Mas a sua carreira como comandante ficou notória quando o treinador esteve à frente do Caxias, em 2000. Na época, a equipe a qual ele dirigia alcançou o título do Campeonato Gaúcho. Meses depois, foi contratado pelo Grêmio, o time que derrotou na campanha do Estadual passado.

Após passar pelo Tricolor, o técnico comandou o Atlético-MG, Palmeiras, Al Ain dos Emirados Árabes, Internacional e Corinthians, no qual teve três passagens de sucesso: 2004 a 2005, 2010 a 2013 e de 2015 até junho do ano passado, quando foi contratado pela Seleção canarinho.

No timão, levou o time ao título de Campeão Paulista, hexacampeonato brasileiro, além de alcançar a Copa Libertadores da América e ter êxito no Campeonato Mundial de Clubes. Tite era unanimidade para treinar a Seleção desde o ‘fiasco’ da Copa de 2014, porém, o treinador escolhido após a eliminação do Brasil foi Dunga. Em junho do ano passado, com a demissão do ex-comandante, ele assumiu a equipe.