Neste período de pandemia, o Conselho Tutelar de Criciúma está focando nos atendimentos via canais de denúncias por telefone e email, e trabalhando dentro das normas de segurança e saúde, como o uso de máscaras e luvas. Nas duas unidades do órgão, que ficam no mesmo local, há demarcação indicando distanciamento entre as cadeiras e álcool em gel para higienização.

“Tanto na Unidade 1, que abrange a região da Grande Próspera, Centro, São Luiz e Quarta Linha, quanto na unidade 2, que atende a região da Grande Santa Luzia, Boa Vista e Distrito do Rio Maina, o atendimento presencial é feito quando necessário em salas maiores, para evitar qualquer possível aglomeração”, frisou a gerente Administrativa do 1º e 2º Conselho Tutelar de Criciúma, Janaína Cruz da Rosa.

Nos últimos meses, o Conselho registrou o aumento de denúncias relacionadas a violência doméstica, agressões físicas, psicológicas e de crianças com menos de 11 anos sozinhas em casa, por conta da suspensão das aulas e os responsáveis saírem para trabalhar. “Nesse caso, fazemos a orientação para que as crianças fiquem aos cuidados de um familiar ou até mesmo um vizinho”, comentou um dos conselheiros tutelares de Criciúma, Márcio Marcos da Silva.

A abordagem é feita pelos integrantes da rede de atendimento e proteção à criança e ao adolescente de Criciúma. “Depois disso, o conselho é acionado para implementar as medidas de proteção, como por exemplo, o encaminhamento para atendimento no Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas)”, concluiu da Silva.

As unidades do Conselho Tutelar de Criciúma ficam localizadas na rua Melvin Jones, bairro Centro. O telefone para contato é (48) 3445-8922, 0800 643 6800 ou no Disque 100, a pessoa realiza a denúncia por este número e será repassado ao órgão. Horário de funcionamento das 8h às 12h e das 13h às 17h. Plantão das 17h às 8h.

 

Entre em nosso grupo do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/Notisul