O Congresso Nacional derrubou o veto do presidente Michel Temer (MDB) para federalizar a Rota Caminhos da Neve, que liga as serras catarinense e gaúcha. Com isso, o trecho de 161 quilômetros de rodovias, que são responsabilidade dos dois estados, passam a ser do governo federal.

O projeto de lei 58/2016 havia sido vetado em abril. Na terça-feira (3), os deputados federais votaram favoráveis à derrubada e, nesta quarta, foram 43 votos a favor por parte dos senadores.

Na prática, a mudança pode significar acesso mais fácil a recursos para revitalização dessas estradas, por onde os produtores de maçã e madeira têm dificuldades para escoar a produção.

Em solo catarinense, 70% dos 30 quilômetros de estradas já foram revitalizados. O restante deve ser concluído até outubro de 2019. O governo do estado disse que vai continuar as obras com dinheiro próprio, cerca de R$ 30 milhões garantidos pelo Programa Pacto por SC.

No Rio Grande do Sul, os 40 quilômetros de estradas não receberam nenhuma melhoria.