#Pracegover foto: na imagem há uma mulher
#Pracegover foto: na imagem há uma mulher

Após tornar pública a sua luta contra um câncer de mama, a comunicadora da rádio 102, e Capivari de Baixo, Débora, a Deby, Debynha, de 46 anos, segue otimista em busca da cura e fortalecida com o carinho dos familiares, parentes, amigos, colegas e claro, dos ouvintes da rádio, que mantém com a profissional um carinho incondicional. Em conversa com o Portal Notisul, a profissional de comunicação conta como está reagindo ao tratamento.

Sempre com pensamento positivo, ela só pensa na vitória, ou seja, na cura da enfermidade. “Sigo com o tratamento firme e forte. Vou para a sexta quimioterapia nesta semana, num total de oito. Estou respondendo muito bem as quimioterapias com a graça de Deus! A nossa expectativa é que ela termine em dezembro, poucos dias antes do Natal”, expõe.

Depois das sessões de quimioterapia, Deby deverá passar por um procedimento cirúrgico no início do próximo ano e posteriormente, fará sessões de radioterapia. “Após a rádio devo fazer o uso de outro medicamento. O período para ingerir essa medicação ocorre a cada 21 dias e nesta ocasião devo também fazer a reconstrução da mama”, conta.

Ela narra que está ansiosa para poder voltar para a emissora e fazer aquilo que tanto ama. “Há momentos que fico pensando : ‘meu Deus será que ainda sei fazer’? Nunca me afastei tanto tempo em 30 anos de profissão. Mas foi preciso o afastamento devido a minha saúde. Como fazemos a quimioterapia é necessário o afastamento. O meu corpo sentiu muito na parte da imunidade, ela baixou muito. É como se tivéssemos numa batalha e perdêssemos os nossos soldados da parte da frente, o nosso portão está aberto e aí, entra o vírus e o que for chega com facilidade”, assegura.

Deby assegura que é necessário e tem ficado reclusa em casa, se cuidando. Em tempos de pandemia é preciso se manter e isolamento social. “Alguns dias estamos com uma infecção de garganta e fica tudo muito fácil de acontecer, qualquer infecção ela entra com facilidade. Há dias que estou bem, mas há outros que acordo e não estou tão bem assim. A alimentação muda bastante. Estamos colocando nas mãos de Deus. Ele já deu a vitória! Vai dar tudo certo. Sobre a minha volta ao trabalho, imagino que não tão no início do ano que vem, acredito que em abril ou maio se for a vontade de Deus, vou estar na rádio com força total”, finaliza.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul