A expectativa é movimentar, até o fim do ano, 100 mil TEUs (unidade de medida referente a um contêiner de 20 pés) pelo Porto de Imbituba  -  Foto:Santos Brasil/Divulgação/Notisul
A expectativa é movimentar, até o fim do ano, 100 mil TEUs (unidade de medida referente a um contêiner de 20 pés) pelo Porto de Imbituba - Foto:Santos Brasil/Divulgação/Notisul

Imbituba

O projeto de transformar o Porto de Imbituba em uma importante alternativa logística à região sul do país começa a se tornar realidade. As obras de ampliação do Tecon Imbituba foram concluídas e o terminal está preparado para receber as maiores embarcações do mundo.
 
Localizado em um porto de águas profundas, com fácil acesso marítimo e rodoviário, o terminal conta ainda com um atrativo adicional: o Porto Indústria Imbituba.
 
O um condomínio retroportuario industrial fica a apenas seis quilômetros do empreendimento, em uma área 2,2 milhões de metros quadrados em frente à BR-101, principal via de acesso rodoviário da região.
 
A área comportará instalações para armazenagem frigorífica de cargas soltas e em contêineres, pátio regulador para caminhões, terminal de contêineres vazios e terminais para movimentação de cargas e estufagem de contêineres em regime de “Redex”, além de indústrias que demandem atividades de importação e exportação. 
 
Uma via arterial, com duas faixas, conectará a área diretamente aos gates do Tecon Imbituba. A estrutura foi projetada para atender a demanda de todos os segmentos desde grandes indústrias a cooperativas regionais. 
 
A área abrigará também um centro de distribuição preparado para o desenvolvimento de atividades logísticas sofisticadas com base no conceito de prestação de serviços “porto à porta”.