Andréa Raupp Alves
Tubarão

Os motoristas podem preparar o bolso: o álcool e a gasolina estão mais caros. O aumento no preço deve ocorrer hoje ou amanhã. O litro do álcool ficará cerca de R$ 0,10 mais caro e o a gasolina vai variar de R$ 0,06 a R$ 0,09 a mais. O anúncio foi feito no início da semana, mas o repasse será feito nos postos hoje ou amanhã. “Depende de cada distribuidora”, explica o delegado do Sindicato do Comércio Varejista de Combustível da Região, Valdo Viana Filho.

A vendedora Jane Liege Vieira foi pega de surpresa pelo anúncio do aumento, assim como o técnico em manutenção elétrica, Fernando da Silva Cardoso. “Eu vou trabalhar a pé e mesmo assim gasto em média R$ 300,00 por mês de gasolina. Agora com este aumento, vou ter que usar ainda menos o carro”, analisa Fernando.
O taxista Manoel Salézio Cardoso conta que roda em média seis mil quilômetros por semana. Para diminuir os gastos, ele pretende trocar de carro e pegar um novo, com Gás Natural Veicular (GNV). “Acho que vou sentir menos no bolso ao fim de cada mês”, avalia.

A justificativa, agora, é que o combustível derivado de petróleo ficou mais caro com a medida do governo de reduzir a adição do álcool anidro na gasolina, de 25% para 20%, em vigor desde segunda-feira. E o preço do etanol segue em alta porque falta o produto no mercado.