Coronel Marcineiro (na esquerda) também ganhará o direito a uma cadeira no Conselho Nacional de Segurança Pública, no Ministério da Justiça
Coronel Marcineiro (na esquerda) também ganhará o direito a uma cadeira no Conselho Nacional de Segurança Pública, no Ministério da Justiça

 

Tubarão
 
Nos próximos doze meses, o país terá um representante catarinense para acompanhar e trabalhar nas questões ligadas à área da segurança pública. O comandante geral da Polícia Militar de Santa Catarina, coronel Nazareno Marcineiro, foi eleito ontem, em São Paulo, o novo presidente do Conselho Nacional de Comandantes Gerais da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros do Brasil.
 
Marcineiro será o porta-voz da corporação dos 27 estados. Além de zelar pela imagem da PM no país, o coronel, a partir de agora, acompanhará os projetos de lei no Congresso Nacional, a exemplo das modificações do código penal.
 
Ele também ganhará o direito a uma cadeira no Conselho Nacional de Segurança Pública, no Ministério da Justiça. Em seu primeiro discurso como presidente  do grupo – formado por 50 comandantes da PM e dos bombeiros -, Marcineiro prometeu ser incansável na busca de melhorias à corporação.
 
“Sinto-me honrado por ter conquistado a confiança de todos. Mais do que uma vitória pessoal, a escolha para presidir o conselho é uma conquista para Santa Catarina”, declarou Marcineiro.