Os próximos dias serão gelados em Santa Catarina. Uma forte massa de ar frio de origem polar no Sul do Brasil atinge todas as regiões catarinenses, e causará um declínio acentuado da temperatura.

Na maior parte do Estado, a máxima fica abaixo de 15°C, e não passa de 5°C na serra. O frio intenso e alta umidade vão aumentar as chances de acúmulo de neve no Planalto Sul no decorrer desta quinta-feira, 20, especialmente à noite.

Na madrugada e manhã de sexta, 21, há também condição de neve e chuva congelada nas regiões do Planalto Sul e Planalto Norte, com menor chance para o Meio-Oeste, áreas altas da Grande Florianópolis e Alto Vale do Itajaí. São informações da Epagri/Ciram.

No final de semana a temperatura permanece baixa, com mínima próxima de 0°C a -7°C na madrugada e no amanhecer, com condição de formação de geada. O frio será mais intenso no sábado, 22, e diminuirá gradativamente no domingo, 23. Na Grande Florianópolis e no Litoral Norte, apesar da chance de geada ser menor, a temperatura mínima deve variar de 3 a 6°C.

Cuidado redobrado

Devido ao risco de gelo na pista e em função das ações restritivas da Operação contra o Covid-19, a Defesa Civil solicita que as pessoas não se dirijam para as regiões de Serra sem que tenham reservas já confirmadas. A rede hoteleira já está com a capacidade esgotada e existe a possibilidade de acidentes em função de gelo na pista.

“Estamos orientando os turistas e todo o trade turístico para que as pessoas não subam a Serra sem a reserva em hotéis ou pousadas. Nós atravessamos um momento difícil da pandemia e queremos evitar aglomerações. Esse é um momento de responsabilidade para todos, turistas e moradores de Santa Catarina”, enfatiza o presidente da Santur, Leandro “Mané” Ferrari.

A turismóloga da Associação dos Municípios da Região Serrana (Amures), Ana Vieira, reforça a recomendação. De acordo com ela, os prefeitos estão preocupados com a possibilidade de ocorrer aglomerações e, principalmente, com a limitação dos meios de hospedagem por causa da pandemia.

“Temos uma preocupação muito grande com as pessoas que vierem para a Serra catarinense sem reserva em hotéis, pois não teremos como acomodá-las. Os municípios estão com as hospedagens lotadas. Em anos anteriores, podíamos fazer isso, mas com os regramentos por conta da Covid-19 isso não será possível. Então, não aconselhamos a vinda para a Serra sem a reserva. É preciso cuidar das pessoas e sermos responsáveis”, disse.

Para a segurança nas rodovias a Polícia Militar Rodoviária (PMRv) está preparando sal para ser jogado na pista, mas a instituição também recomenda que os motoristas evitem transitar em áreas de Serra. Principalmente na Rodovia SC-390, a Serra do Rio do Rastro, que passa por obras. A Polícia Militar vai reforçar o contingente de policiais para dar suporte às ações da Região Serrana.

Foto: Ricardo Wolffenbüttel / Arquivo / Secom)

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul