#pracegover Na foto, um profissional da saúde cuidando de um paciente internado na UTI
Foto: Banco de imagens Notisul

Nesta quarta-feira a taxa de ocupação dos leitos de UTI pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em Santa Catarina chegou a 91,2%. Isso significa que, dos 1.554 leitos existentes no estado, 137 estão vagos e 1.417 estão ocupados, sendo 780 por pacientes com confirmação ou suspeita de infecção por coronavírus.

De acordo com a Secretaria de Saúde de Santa Catarina até esta quarta-feira, 34 hospitais estavam com todos os leitos UTI  Covid-19 ocupados, três estão na Amurel: Tubarão, Laguna e Imbituba.

O secretário de Saúde de Santa Catarina, André Motta Ribeiro, encaminhou ofício aos 295 secretários municipais, alertando para o risco do desabastecimento de oxigênio e equipamentos de proteção individual.

“Preciso informar a todos que a situação da pandemia deteriorou no Estado todo e, a exemplo do que acontece nas regiões mais a Oeste, estamos entrando em colapso! Todos os esforços de Estado e municípios, até então, são insuficientes em face à brutalidade da doença”, disse o secretário no comunicado.

“Solicito aos gestores municipais que tomem medidas emergenciais para diminuir significativamente a circulação das pessoas, mantendo apenas serviços essenciais e que convoquem toda a força de trabalho da Saúde para o enfrentamento. Estamos mobilizados para fazer todo o possível para diminuir sofrimentos impostos às pessoas, mas a força e gravidade deste momento estão suplantando o resultado das nossas ações”, escreveu o secretário de saúde.

O diretor da Fundação de Saúde de Tubarão, Daisson Trevisol, disse que recebeu o ofício e encaminhou à direção dos hospitais Socimed e Nossa Senhora da Conceição. “A mensagem foi um alerta e a informação que tenho até o momento é que os hospitais estão abastecidos”, finaliza Daisson.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul