#Pracegover Foto: na imagem há um homem de camisa azul, óculos e microfone
#Pracegover Foto: na imagem há um homem de camisa azul, óculos e microfone

A cobrança do Imposto Predial Territorial Urbano  (IPTU) de Capivari de Baixo continua suspensa. A suspensão teve início em 27 de junho. Já a empresa que realizou o trabalho de georreferenciamento no primeiro semestre deste ano, refaz o estudo neste segundo semestre. O trabalho é realizado novamente porque alguns imóveis foram considerados supervalorizados.

Conforme o presidente da Câmara de Vereadores, Pedro Medeiros Camilo, o Camilo, com o novo estudo e o projeto com alíquotas menores encaminhado recentemente para a Casa Legislativa, o IPTU de 2022 não terá mudanças significativas e poderá ficar semelhante ao ano anterior. ” As alíquotas do novo projeto de lei seguem abaixo, diminuíram praticamente pela metade, em relação ao PL antigo. Descontos de até 30% serão oferecidos em algumas modalidades de pagamento”, explica o presidente da Câmara.

Recentemente o poder Executivo encaminhou um Projeto de Lei com as novas alíquotas para a Câmara Legislativa. Ele explicou que a intenção é agilizar os processos e os valores dos imóveis devem ser incorporados antes da votação em plenário.

Camilo destacou que é necessário que o poder Executivo dê publicidade e transparência ao processo. Assim, explicando de maneira detalhada o menor e o maior valor pago; número de isenções; número exato de residências que não pagavam o imposto e a apresentação do anexo 10, com informações sobre as áreas mais e menos valorizadas do município.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul