#Pracegover foto: na imagem há uma moto biz vermelha
#Pracegover foto: na imagem há uma moto biz vermelha

Ebert Madeira Fernandes, morador de Tubarão, foi surpreendido com o furto de sua motocicleta nesta quarta-feira (24) no interior do estacionamento de um supermercado, no bairro Humaitá, na Cidade Azul. O caso foi registrado na delegacia de Polícia Civil.

Ao Notisul, ele contou que estacionou a motocicleta no interior da loja e foi fazer uma compra de chocolate para o Natal de suas crianças. “O chocolate estava em promoção e resolvi comprar. Estacionei minha biz no supermercado, adquiri os produtos e quando retornei para o estacionamento após 7 minutos, a motocicleta não estava mais no local. Conversei com a segurança do estabelecimento e fui orientado a registrar um boletim de ocorrência”, destaca.

A câmera de videomonitoramento filmou o homem que subtraiu a motocicleta. As filmagens foram entregues à polícia civil. Durante esta quarta-feira, Ebert recebeu inúmeras ligações, onde os criminosos solicitavam a entrega de dinheiro por meio de PIX. Assim, os bandidos entregariam a biz.

Recentemente, Ebert iniciou uma campanha para arrecadar fundos para o tratamento do seu filho Davi, que foi diagnosticado com crises de epilepsia. O menino de 8 anos, faz tratamento em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. “Meu filho foi diagnosticado com a doença depois de ter meningite. Após 4 anos do diagnóstico, o Davi teve uma parada cardiorrespiratória na escola. Ele passou por vários tratamentos, realizamos diversas buscas para que ele ficasse melhor”, conta.

Ebert expõe que foram realizados diversos exames e que foram constatadas muitas lesões na cabeça devido a meningite. “O Davi apresentou muitas crises de epilepsia, está passando por tratamentos e estamos na luta. Vamos na próxima semana levá-lo, em Porto Alegre, em um médico especialista em epilepsia. Ele atende somente particular. Uma consulta está no valor de R$ 850,00. Vamos para a consulta e queremos saber como proceder daqui para frente”, explica.

A biz era o veículo que o repositor de supermercado utilizava para ir todos os dias para o trabalho e também para levar o filho à escola. “Ainda mais com a gasolina em alta ou andamos de moto ou vamos trabalhar e fazer as voltas caminhando”, lamenta.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul