Os recém-nascidos estavam internados na Maternidade Ela e no Hospital Infantil de Campinas

Campinas (SP)

Morreram na madrugada deste domingo (16) três bebês dos quíntuplos da técnica em enfermagem Carla Divina Faria de Oliveira, de 24 anos. Carla, que engravidou naturalmente de quíntuplos, estava internada desde o último dia 10, quando começou a sentir dores. Ela estava na 23ª semana de gestação e o objetivo era que ela conseguisse esperar mais algumas semanas até o nascimento dos bebês.

Na manhã de sábado (15) entrou em trabalho de parto e dois bebês morreram. Os três primeiros bebês nasceram de parto normal e outros dois precisaram ser submetidos à cesárea.

Dois dos cinco bebês morreram após o parto, uma menina e um menino. Os sobreviventes chegaram a ser encaminhados para Unidades de Terapia Intensiva (UTI) neonatal, mas não resistiram e faleceram.

Dois deles estavam internados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) neonatal do Hospital Infantil de Campinas e outro estava na Maternidade Ela. A mãe segue internada na Maternidade Amparo. 

Gestação natural

Carla e o marido, o encanador industrial Luciano Gomes, de 39 anos, moram em Nerópolis, na Região Metropolitana de Goiânia. A gestação de quíntuplos ocorreu de forma natural pouco mais de um ano após perder filhos gêmeos logo após o parto.

De acordo com uma das teorias mais tradicionais para se calcular a probabilidade de nascimentos múltiplos, conhecida como “Lei de Hellin”, a chance de nascerem quíntuplos a partir de gestações naturais é de 1 a cada 65.610.000 de nascimentos.

Quíntuplas de Braço do Norte nasceram em 2010

Sidneia Daufemback Batista, de 37 anos,  engravidou de um menino em 2008, que faleceu poucos dias após nascer. Dois anos depois ela engravidou naturalmente de cinco meninas em 2010. Pouco menos de um mês antes do parto, ficou hospedada na casa de um tio em Florianópolis. Quando estava com sete meses e duas semanas fez uma cesariana na maternidade Carmela Dutra, na capital dos catarinenses. Sidneia e o marido se separaram quando as meninas tinham seis meses, as pequenas, Evelin, Isadora, Poliana, Samanta e Vitória completarão em agosto 7 anos e são as atrações da cidade.