Famílias aguardavam por este benefício há 26 anos. Muitas foram às lágrimas
Famílias aguardavam por este benefício há 26 anos. Muitas foram às lágrimas

 

Tubarão
 
A festa é grande entre as 143 famílias que moram no bairro Cohab João de Barro, em Orleans. Todos os moradores receberam as escrituras de seus lotes e casas. A solenidade que marcou um mutirão, feito por meio de uma parceria entre a prefeitura e o judiciário, foi marcado pela emoção. Os cidadãos reivindicavam esta ação há mais de 26 anos. 
 
Muitos foram às lágrimas. As escrituras foram feitas por meio do projeto Lar Legal, promovida há alguns anos em todo o estado pelo judiciário. Todo o processo é gratuito e destinado a garantir o lar de quem não tem condições de arcar com um processo de escrituramento e registro de imóveis, processos com custo bastante elevados.
 
A Cohab João de Barro foi feita na gestão do ex-prefeito Luiz Crocetta (em memória) em meados dos anos 80. Na época, o terreno foi desapropriado pelo município e o pagamento do precatório, superior a R$ 1 milhão, foi feito no fim do ano passado.
 
Diante disso, o juiz de Orleans, Paulo da Silva Filho, autorizou que o terreno fosse escriturado em nome do município  para repassar aos moradores. O prefeito Jacinto Redivo, o Tinto (PP), aproveitou o encontro para anunciar mais obras na localidade: a reforma e ampliação do centro comunitário.