Os produtores rurais e pescadores de Santa Catarina contarão com o apoio do Governo do Estado para recuperação de infraestruturas danificadas após a passagem do ciclone no dia 30 de junho. O Projeto Recupera-SC – Menos Juros irá destinar R$ 3,6 milhões em oito anos para subvenção aos juros de financiamentos contraídos para reconstrução de sistemas produtivos.

A medida possibilitará investimentos de R$ 20 milhões no meio rural e pesqueiro catarinense. “Após a passagem do ciclone, o Governo do Estado não mediu esforços para contabilizar os estragos e buscar recursos para a reconstrução dos locais atingidos. Estamos trabalhando para recuperação de casas, escolas e da cadeia produtiva do estado, bastante prejudicada com o fenômeno”, ressalta o governador Carlos Moisés.

O Projeto foi aprovado pelo Conselho Estadual de Desenvolvimento Rural (Cederural) nesta quinta-feira,9, durante reunião por videoconferência envolvendo lideranças do setor produtivo catarinense.

“O Projeto Recupera-SC – Menos Juros é uma forma de ajudar os produtores rurais e pescadores para que eles possam se recuperar após todo prejuízo causado pelo ciclone. Com esse projeto, quem se enquadrar no Pronaf e financiar em até oito anos terá financiamentos a juro zero, o que traz um apoio importante para que o setor produtivo siga em frente e se fortaleça”, destaca o secretário de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural, Ricardo de Gouvêa.

 

Como funcionará o Recupera-SC – Menos Juros

Os produtores rurais e pescadores poderão contrair financiamentos junto aos agentes bancários, num limite de R$ 40 mil e com prazo de até oito anos para pagar. A Secretaria da Agricultura pagará os juros do investimento em até 4% ao ano.

Poderão ser apoiados projetos de investimentos na recuperação dos sistemas produtivos afetados pelo ciclone, incluindo benfeitorias, embarcações, máquinas e equipamentos danificados.

Para participar do Projeto, os produtores rurais e pescadores devem ter renda bruta anual de até R$ 415 mil e morar nos municípios afetados pelo ciclone, listados no Decreto Estadual nº 700/2020.

 

Renegociação dos contratos de financiamento do FDR

A Secretaria da Agricultura anuncia ainda outra medida de apoio aos pescadores e agricultores que tiveram perdas devido ao evento climático. Os financiamentos via Fundo Estadual de Desenvolvimento Rural (FDR) poderão ter alterações no vencimento das parcelas.

Os interessados em ter o benefício da prorrogação devem fazer a solicitação junto ao escritório da Epagri do seu município até o dia 29 de agosto de 2020. As parcelas do financiamento que venceriam em 2020 poderão ser prorrogadas e acrescidas ao final do contrato, assim os produtores podem concentrar seus esforços e recursos na reconstrução das estruturas danificadas.

 

Prejuízos no meio rural e pesqueiro

O Governo do Estado segue contabilizando os danos provocados pelo ciclone que atingiu o território catarinense na última semana. Dos 256 municípios atingidos, 237 já relataram prejuízos no Sistema de Informação de Desastres (S2ID). As cifras até o momento ultrapassam R$ 682 milhões. Dados preliminares apontam que agricultura contabilizou perdas na ordem de R$ 322,5 milhões.

 

Fonte: Governo de SC

 

Entre em nosso grupo do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/Notisul